Bicicleta em Berlim

Aqui no Blog do Ciclista damos sempre destaque para o Brasil, principalmente para São Paulo, porém também gostamos de ver como a bicicleta é tratada em outros países.

A Gabriela Salgado Pilotto do Blog Berlim Esportes e Vida está morando em Berlim há 11 meses e nos enviou um texto que conta um pouco sobre como a cidade é preparada para os ciclistas.

Vejam abaixo:

Bike em Berlim como meio de transporte

ciclovia-berlim

Berlim é uma cidade encantadora, multicultural e que recebe diariamente turistas do mundo todo. Todos os dias existem pessoas chegando ou saindo de Berlim.

Conhecendo um pouco mais do dia a dia dos Berlinenses, e como eles se locomovem, a cidade possui hoje mais de 670 quilômetros de ciclovias.

O aumento das bicicletas nos últimos anos, de acordo com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente de Berlim, entre 2001 e 2013 houve um aumento de 44% no trânsito de bicicletas na cidade. Sendo assim a cidade decidiu ampliar a infraestrutura, oferecendo melhores condições para as pessoas. E a estratégia da cidade também era fazer da bicicleta o melhor meio de transporte.

A bicicleta hoje em dia é um meio de transporte importante, mais de 13% dos Berlinenses, conforme “Berliner Zeitung”,utilizam suas Bicicletas diariamente com destinos diferentes, como por exemplo: para trabalhar, para ir a escola, para um almoço, para um encontro, ou até para uma festa. São crianças, jovens, adultos e senhores que utilizam bicicletas. E para o Berlinense muitas vezes não importa a temperatura climática do dia, quando o assunto é pedalar, os Berlinenses não se importam com o clima. Faça chuva, vento, neve ou sol, eles continuam mesmo assim a usarem suas bicicletas. Obviamente existem roupas apropriadas para o frio e para a chuva, principalmente para temperaturas negativas. O lado positivo do frio, é que as pessoas transpiram menos e sofrem menos com o calor para pedalar.

Outra facilidade de Berlim é que as bicicletas podem ser levadas nos metros, ou podem ser deixadas nas estações (com um bom cadeado, porque aqui infelizmente eles roubam as rodas), e a viagem pode prosseguir com um outro meio de transporte, como o ônibus ou o metro. Há! E vale lembrar que Berlim é uma cidade plana, com isso facilita muito o uso da bicicleta para todos os momentos.

bicicleta-metro-trem-em-berlim

Um ponto interessante, as crianças de 2 até 4 anos que utilizam bicicletas sem rodinha, isso é bem bacana, pois a criança desenvolve um equilíbrio e uma segurança antes de usar uma bicicleta convencional. E quando as crianças fazem 6 anos, elas tiram uma carteira de habilitação de bicicleta e com isso passam desde cedo a ter contato com as regras de trânsito e cuidados com a segurança.

bicicletinhas-berlim

criancas-pedalando-berlim

Aqui em Berlim também exite o conceito de bike sharing, onde você não precisa possuir a sua própria bicicleta e se preocupar onde vai estacionar. A DB, empresa de Transportes Ferroviários na Alemanha, coloca disponível aos seus clientes vários postos de bicicleta pela cidade, e através de um cadastro e o pagamento de uma taxa de utilização por minuto, você pode usufruir do serviço.

Um ponto de atenção! Existem sinais de trânsito para os ciclistas. O sinal azul significa que é permitido andar de bike no local, e o sinal em vermelho, significa que é proibido andar de bike (conforme figuras). Dependendo da infração cometida pelo ciclista, como por exemplo passar no farol vermelho, pedalar embriagado ou sem a iluminação apropriada, isso pode gerar multas salgadas e inclusive o ciclista infrator pode ser penalizado com pontos em sua carteira de habilitação de automóvel, ou até perder sua carteira de habilitação de automóvel.

placa-bicicleta-berlim-2placa-bicicleta-berlim

Fica aqui meu convite, para quem tem interesse em conhecer um pouco mais sobre a vida em que Berlim:

www.berlimesportesevida.wordpress.com

www.facebook.com/berlimesportesevida

Gabriela Salgado Pilotto

6 comentários em “Bicicleta em Berlim

  1. A reportagem da Gabriela arrasou!!! Bela iniciativa do blog em trazer como as coisas lá fora funcionam, e como funcionam!!
    Com esses exemplos podemos evoluir muito por aqui. Tanto os condutores de autos quanto os próprios ciclistas!!

  2. Achei interessante e muito importante, principalmente saber dos sinais permitindo e proibindo a circulação de bicicletas, pois muitos acham que tudo pode, mas temos que lembrar que os ciclistas também tem regras de trânsito a respeitar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares